Estamos no Facebook: clica em GOSTO e junta-te a nós

23/12/2010 Franceses resgatados de veleiro à deriva



A Marinha portuguesa resgatou três cidadãos franceses do seu veleiro, à deriva a 45 milhas (cerca de 80 quilómetros) a Oeste de Aveiro, com uma avaria na propulsão.
O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa recebera um alerta de socorro por satélite às 22.21 horas de anteontem. Contactado o "Sonabia", o skipper explicou que as condições meteorológicas adversas obrigavam a assistência.
A Marinha destacou o patrulha N.R.P. Schultz Xavier e a corveta N.R.P. João Coutinho, além de ter sido chamado um helicóptero da Força Aérea, que resgatou os tripulantes ontem, pelas 17.50 horas, e transportou-os para o Figo Maduro. O veleiro de dez metros estava à deriva em ondas de seis metros, o que impediu o salvamento por via marítima.

Fonte: Jornal de Notícias

22/12/2010 André Graça abandona comando técnico



André Graça abandonou o comando técnico da equipa, após reunião da Direcção da secção de futsal levada a cabo já na semana passada, na qual ficou acordado que o jovem treinador abandonaria os destinos da equipa sénior após o jogo em Cortegaça com a Crecor.

De salientar ainda que André Graça continuará ligado ao clube, como treinador e responsável pelo escalão de Iniciados.

Para já ainda não é conhecido o sucessor de André Graça, sendo que Jorge Vilarinho irá comandar os trabalhos da equipa durante esta quadra festiva, que irá servir para reestruturar o plantel para a segunda metade da época.

Na sequência dessa reestruturação, é já conhecida a saída do atleta Paulo Bastos, que voltará a representar a ACR Vale de Cambra e já foi libertado pelo GDG. Para suprir mais saídas, alguns jogadores irão treinar à experiência durante as próximas semanas e estão já apontados alguns reforços.

Fonte: GDG Futsal

23/12/2010 JOANA SOEIRO E VITALINA PINTO, NO ESTÁGIO DA SELECÇÃO NACIONAL DE SUB16 FEMININAS


 
.
A atleta da equipa de Sub16 Femininos do GDG Basquetebol, Vitalina Pinto (1996), e a atleta cadete da equipa de Sub19-Seniores Femininas, Joana Soeiro (1995), após ser convocadas pela Selecção Distrital de Aveiro e integrar ambas o CNT Calvão nesta época, vêm agora recompensado o seu esforço com a chamada por parte do Corpo Técnico da Federação Portuguesa de Basquetebol para formar parte do Estágio de Observação da Selecção Nacional Sub16 Feminina.
.
Este estágio vai decorrer nos dias 27, 28, 29 e 30 de Dezembro de 2010, em São Domingos de Rana, sob o comando técnico do Coordenador Ricardo Vasconcelos, da Seleccionadora Ana Catarina Neves e a Treinadora-Adjunta Cristina Viegas.
.
Queremos dar os parabéns às nossas atletas, porque esta chamada é um prémio ao trabalho e ao sacrifício. Além disto, não deixam de ser também as cidadãs gafanhenses que melhor representam a Cidade e o Concelho no panorama desportivo nacional, sendo o Gafanha o clube mais representado nesta Selecção (junto com o CB Albufeira e o GD ESSA Barreiro) e havendo na convocatória apenas mais uma atleta aveirense do Colégio Calvão.
 
 

23/12/2010 Faleceu o António Morais

António Morais
 
Faleceu, esta noite, no Lar Nossa Senhora da Nazaré, o António Morais. Tinha 67 anos e estava profundamente ligado à comunidade paroquial, de que foi um empenhado colaborador. Estava muito doente, mas nunca perdeu a sua ligação a Deus e a Nossa Senhora, de quem era muito devoto.
O António Morais veio para a Gafanha da Nazaré com os pais e irmãos, em 1953, para explorarem uma padaria na Cale da Vila, que ficou a ser conhecida, até hoje, por Padaria do Morais. Casou e teve um filho, Marco António, que trabalha no aeroporto da Madeira.
Na década de 70 do século passado, o António Morais emigrou para o Brasil, de onde regressou, mais tarde, para retomar a actividade na padaria dos pais, que entretanto foi vendida. Nessa altura, dedicou-se à mediação imobiliária, durante algum tempo. Depois, deixou oficialmente essa ocupação, entregando-se a tempo inteiro à Igreja Católica, onde protagonizou uma intervenção muito intensa. Também ajudava quem o procurava na compra e venda de prédios rústicos e urbanos.
O António Morais fazia parte de diversas Irmandades (Nossa Senhora da Nazaré, Santíssimo Sacramento e Almas e S. Pedro)  e do Apostolado de Oração. Participou com assiduidade nos Grupos Bíblicos, fez parte das Comissões Fabriqueira e da Construção do Lar de Nossa Senhora da Nazaré e colaborou, sempre que solicitado, com a Conferência de S. Vicente de Paulo e  Obra da Providência. Assumiu, também, a missão de Ministro Extraordinário da Comunhão.
Como era uma pessoa bem relacionada e com vastos conhecimentos na região, passou a ser solicitado para cooperar nas obras relacionadas com a Igreja. Esteve na construção da Igreja da Barra e do Stella Maris, nos trabalhos em Schoenstatt e na própria igreja matriz.
O Morais participava na missa diariamente e as suas leituras voltaram-se, provavelmente em exclusividade, para a área espiritual e devocional, tendo Nossa Senhora como sua predilecta. Vivia e respirava à sombra da Igreja, preocupando-se grandemente com os problemas da comunidade paroquial, enquanto se sentia muito feliz com tudo o que de bom acontecia. Do mesmo modo, nunca deixou de marcar presença em actos ou cerimónias de âmbito diocesano.
O Morais, como era tratado pelos seus muitos amigos, deixou-nos, com a certeza de que outra vida o espera, e onde já está, sem sofrimento nem angústias, sem lutas nem preocupações. Agora, no seio de Deus.
O funeral será amanhã, sexta-feira, pelas 15 horas, para o cemitério da Gafanha da Nazaré.
Fernando Martins
 
 

O lugre Silvina

À laia de Boas-Festas para todos os meus Amigos, leitores e apreciadores, vou hoje explanar o lugre Silvina, para lembrar o bacalhau do Natal. Escolham-no, pois, directamente da seca, para a noite de Consoada.

O lugre Silvina, registado em Aveiro, foi construído na Gafanha da Nazaré, em 1919, por Manuel Maria Bolais Mónica, com o nome de Águia, para a Companhia Aveirense de Navegação e Pesca, tendo sido o bota-abaixo a 4 de Outubro de 1919. Era um lugre com três mastros, de madeira, proa de beque, popa de painel e um pavimento.


Dia de bota-abaixo do lugre Águia (1919)

Media de comprimento, entre perpendiculares, 35,50 metros, 8,80 m. de boca e 3,60 de pontal. Tinha uma arqueação bruta de 212, 33 toneladas e líquida de 169,88.
Não tinha motor auxiliar e a tripulação era, em média, de quarenta homens.
Em 1920, foi comprado por 75 000$00, pelo Sr. João Bola, para a Empresa de Navegação e Exploração de Pesca, em Aveiro, para quem já efectuou a campanha em causa, com o nome de Silvina.

Surge com características ligeiramente diferentes: 40, 42 metros de comprimento, fora a fora, 34,67, entre perpendiculares, 8,92 m. de boca e 3,62 de pontal. A arqueação bruta era de 207,76 toneladas e líquida de 152,65.

Foi vendido à empresa Agualuza & Batata, Lda., de Aveiro, em 1927, ficando este contrato anulado, face à compra da totalidade dos bens do armador pela firma Testa & Cunhas, ainda durante o ano de 1927, tendo-lhe sido atribuído o valor de 250 000$00 (escritura em 20.12.1927).

De 1920 a 1926, foi comandado por Manuel Simões da Barbeira (Capitão Pisco, de alcunha) e em 1927, por António de Souza.
Já na posse de Testa & Cunhas, foi capitão em 1928, Ambrósio Gordinho, e em 1929, António de Souza (ou, eventualmente, Manuel dos Santos Labrincha).

Curiosidades:

Nos anos de 1928, 1929 e 1930, o navio foi à Terra Nova com 37, 37 e 36 tripulantes, respectivamente, tendo utilizando sempre 32 dóris. Nestas campanhas de fracas capturas, foram apurados apenas 1.148, 1.400 e 835 quintais de peixe e 1.100, 2000 e 1.200 kgs. de óleo de fígado de bacalhau. O valor conseguido com a venda foi de 140.000$00, 172.000$00 e 102.000$00 (escudos), certamente muito abaixo das melhores perspectivas, resultando daí um considerável prejuízo.

Daí resultou o navio não ter feito as viagens seguintes.
Na acta de 7 de Dezembro de 1932 da firma Testa & Cunhas, Lda., os sócios resolveram quais os navios que deviam ir à pesca do bacalhau nas futuras safras de 1933 e 34, tendo assentado apenas na ida do Ernani e Cruz de Malta.

Decidiram ainda anunciar a venda do navio Silvina, entendendo que o podiam dispensar. Todos concordaram, desde que se pudesse efectuar em boas ou regulares condições, ficando a gerência autorizada a promover a sua venda.

Segue:
Depois de elaborado o presente relatório (acta de 11 de Agosto de 1934), chega-nos a notícia infeliz do desaparecimento do nosso lugre Ernani nos bancos da Groenlândia. Ignoramos pormenores. Uma dificuldade surge.

Como suprir a baixa daquela unidade?
Três soluções se apresentam:

1ª – Reparar e apetrechar o Silvina
2ª – Adquirir um navio já feito
3ª – Mandar construir um navio novo

Resolveu-se reparar o lugre Silvina, de modo a estar pronto para a futura safra (para o que foram gastos cerca de 50 contos), obtendo a Gerência informação dos barcos que se ofereçam em boas condições, quer no país, quer no estrangeiro e ainda de um orçamento para um barco novo.


Foto do Silvina, frente à seca


Acentuava-se na empresa, a necessidade de procurar uma nova unidade. Segundo acta de 28.11.1936, deram-se início a todas as diligências para a aquisição de um novo lugre. Quem oferece melhores garantias de técnicas é o Senhor Manoel Maria Mónica, que tem dado provas da sua competência e idoneidade. A proposta foi construir um lugre segundo o modelo do Brites (1936), com a introdução de algumas alterações, com empreitada de lavôr e materiais com o construtôr, pelo preço de 640 contos. A aquisição do motor Diesel ficaria a cargo da gerência.

 

Encomendado em fins de 1936, o Novos Mares, de quatro mastros, beijou as calmas águas da ria, para satisfação de todos, a 16 de Abril de 1938, na Gafanha da Nazaré.

O Silvina foi prosseguindo a sua difícil missão, capitaneado por Joaquim F. Agualuza (de 1935 a 1937) e José Cachim Júnior (de 1938 até 1941), até que viu o seu fim em trágico incêndio, no Grande Banco da Terra Nova, a 25 de Maio de 1941.

Quem quiser recordar, pormenorizadamente, este acidente, poderá ler as páginas a ele dedicadas (103 a 116 da reedição de 2007), escritas por Jorge Simões, em prosa da época, «O Silvina em chamas», no livro Os Grandes Trabalhadores do Mar. O jornalista fez a campanha de 1941, a bordo do «Groenlândia», para a observação da faina e recolha de dados.

Fotografias – Arquivo pessoal da autora
Ílhavo, 19 de Dezembro de 2010
Ana Maria Lopes

Travassô 3 x GDG 4


Antes da pausa natalícia, os Iniciados do Gafanha alcançaram a sua quinta vitória consecutiva e subiram mais um lugar na classificação geral do Campeonato Distrital de Iniciados, estando agora na quarta posição. Em Travassô, os jovens do GDG venceram por 4-3 num jogo emotivo e com constantes alterações no marcador, apesar de terem estado sempre em vantagem.

FICHA DE JOGO

A.F. Aveiro - CD Iniciados (10.ª Jornada)
Pavilhão de Travassô, Águeda
18 de Dezembro de 2010

Travassô 3 x GDG 4

GDG: Rui [GR] (C); João Reis, Leandro, Hugo, Francisco
JOGARAM AINDA: Jorge, Ricardo, Vasco, Tiago
NÃO UTILIZADO: Zé Pedro

MARCADOR:
0-1 Leandro (Gafanha)
1-1 Travassô
INTERVALO
1-2 Francisco (Gafanha)
2-2 Travassô
2-3 Vasco (Gafanha)
3-3 Travassô
3-4 Leandro (Gafanha)

Fonte: GDG Futsal Iniciados

GRANDE RECUPERAÇÃO E VITÓRIA PARA AS SENIORES FEMININAS FRENTE AO SANTARÉM BC

.
A nossa equipa de Seniores Femininos, Gafanha Esporgel, conquistou uma vitória muito importante na recepção ao Santarém BC (54-51) no Campeonato Nacional da 1ª Divisão, depois de uma grande recuperação no último periodo, onde fomos buscar 20 pontos de desvantagem.
.
Vitória muito motivadora, depois de um grande esforço das nossas meninas (que nunca desistiram do jogo), que nos garante o 8º lugar da tabela classificativa antes da paragem do Natal, e quando apenas faltam 2 jornadas para o final da 1ª volta.
.
RESULTADOS DA 9ª JORNADA:
Gafanha Esporgel, 54 - 51, Santarém Basket
Ovarense/HELLO KITTY, 62 - 34, CPN
C.S.M. / C.S.CAB, 56 - 71, Esc.M.Alberta Menéres
QuarteiraTubarões, 47 - 63, S.C. Coimbrões
MONTIJOBANDABASKET, 84 - 66, Estoril Basket
 
 

21/12/2010 Ílhavo: Substituição de árvores no “camping” da Barra entra na segunda fase


As árvores doentes do parque de campismo da Barra estão a ser retiradas. O projecto entrou, esta semana, na sua segunda fase, que deverá ficar completa dentro de uma semana e meia

A segunda fase de reflorestação do parque de campismo da Barra foi, esta semana, colocada em curso. Várias dezenas de árvores começaram, ontem, a ser cortadas, seguindo-se a plantação de novos exemplares. A operação deverá ficar completa dentro de uma semana e meia, estima o vereador Paulo Costa.
A segunda fase da operação incide no lado direito do parque. No ano passado, o projecto de renovação do arvoredo foi iniciado numa área interior do equipamento. De acordo com o autarca social-democrata, as zonas que ficarem de fora da actual intervenção poderão vir a ser reflorestadas daqui a “dois ou três anos”, se tal for considerado necessário.
Há cerca de um ano, o Gabinete Técnico Florestal Inter-Municipal de Ílhavo elaborou um estudo destinado a avaliar o estado das árvores existentes no parque de campismo, tendo sido identificados “óbvios sinais” de doença em muitos exemplares.
(Ler artigo completo na edição em papel)
Rui Cunha

Fonte: Diário de Aveiro

21/12/2010 Navio Santo André em obras de beneficiação


O Navio-Museu Santo André está encerrado ao público entre terça e sexta-feira, até 31 de Dezembro, por motivos de obras de beneficiação e requalificação. Contudo, mantém-se aberto ao fim-de-semana, entre as 14h00 e as 17h00.

Fonte: Terra Nova

21/12/2010 Acesso ferroviário acelera crescimento do Porto de Aveiro


Em 8 meses de funcionamento, a ligação ferroviária ao Porto de Aveiro assegurou o transporte de 123 mil toneladas contribuindo para o crescimento de 30% do Porto de Aveiro em 2010. Os dados foram apresentados pelo JN que fez contas ao transporte ferroviário concluindo que retirou da estrada 5381 camiões.
A ligação entrou em funcionamento a 29 de Março último e já representa 4,13% dos transportes, de acordo com os dados divulgados pela Administração do Porto de Aveiro. As ligações entre os terminais portuários na Gafanha da Nazaré e Cacia são feitas a uma média de três viagens por dia.

Fonte: Terra Nova

20/12/2010 Gafanha vence Galitos e segue em frente na Taça


O Gafanha venceu o Galitos num dérbi regional de basket feminino com jogo da Taça de Portugal. Vitória da equipa do Gafanha por 57-58 que garante a passagem da formação da Gafanha da Nazaré à próxima fase da prova.

Fonte: Terra Nova

I Divisão Distrital de Futebol (AFA) – 15ª Jornada


Grupo Desportivo da Gafanha - I Divisão Distrital de Futebol (AFA)


Resultados da 15ª Jornada


C.D.ESTARREJA0 - 0U.D.MOURISQUENSE
J.D.CARREGOSENSE1 - 1C.D.PACOS BRANDAO
G.D.S.ROQUE4 - 4G.D.GAFANHA
A.D.OVARENSE FUTEBOL0 - 2C.F.U.LAMAS
A.D.C.R.OIA0 - 3J.A.PESSEGUEIRENSE
R.D.AGUEDA1 - 0S.C.FERMENTELOS
G.D.MILHEIROENSE3 - 0A.C.CUCUJAES
S.C.PAIVENSE4 - 1G.D.MEALHADA
A.D.VALECAMBRENSE0 - 1A.D.SANJOANENSE



Tabela classificativa em 20/12/2010


1º  A.D.SANJOANENSE151122321235
2º  R.D.AGUEDA151104271633
3º  A.D.VALECAMBRENSE151023261532
4º  C.D.ESTARREJA1594223831
5º  J.D.CARREGOSENSE15852321229
6º  G.D.GAFANHA15834361827
7º  C.D.PACOS BRANDAO15735201824
8º  U.D.MOURISQUENSE14554221620
9º  G.D.MEALHADA15627222320
10º  G.D.S.ROQUE14545241919
11º  C.F.U.LAMAS15537262218
12º  S.C.PAIVENSE15528222117
13º  G.D.MILHEIROENSE15456171617
14º  A.C.CUCUJAES15429143214
15º  S.C.FERMENTELOS1533982112
16º  A.D.OVARENSE FUTEBOL154011124112
17º  J.A.PESSEGUEIRENSE153111133510
18º  A.D.C.R.OIA15301217489


Próxima jornada:
02/01/2011 -  15h00
G.D. GAFANHA - J.D.CARREGOSENSE 

Fonte: AF Aveiro

19/12/2010 I Divisão da AFA: GD Gafanha empata em São Roque, (4-4)

 
O GD Gafanha empatou esta tarde em São Roque, (4-4), em jogo da I Divisão da AFA.
A equipa da casa adiantou-se no marcador aos 23´, por Hélder mas Braga restabeleceu a igualdade no marcador, aos 35´.
Na segunda parte o Gafanha fez dois golos por Henrique e Bóia, aos 47´e 56´. O São Roque reduziu aos 70´, por intermédio de Sousa, mas os gafanhenses responderam com novo golo de Henrique, aos 72´, colocando o resultado em 2-4.
O São Roque não desistiu do jogo e viria a marcar dois golos aos 88´ e 90+3´, por intermédio de João Paulo e Silvinho, restabelecendo a "surpreendente" igualdade no marcador.

Fonte: Terra Nova

Jornal Timoneiro - mês de Dezembro/2010


Misericórdia
» Hospital de Cuidados Continuados foi inaugurado em Ílhavo

A nossa terra
» Seis instituições receberam material ortopédico resultante das tampinhas - Seis toneladas de tampinhas recolhidas pela campanha dinamizada por Joana Pontes deram origem a material ortopédico de valor superior a 3200 euros

Centenário
» Primeiro Baptizado: 11 de Setembro de 1910
» Primeiro Óbito: 7 de Maio de 1911
» Primeiro Matrimónio: 17 de Junho de 1911
» Cem anos de Maria Gonçalves Ângela

Emigrantes
» João Carlos Rodrigues: Os emigrantes precisam da cultura do nosso povo, das nossas raízes

Escola... Secundária
» Alunos da Secundária na Alemanha e na Roménia
» Gafanha da Nazaré: Escola Secundária vai ser remodelada - Inauguração prevista para 2012

Natal
» "Jesus nasceu para nos proteger"
» Quem sou eu no presépio?

Ecos do Lar
» Este ano houve "Verão de S. Martinho" duas vezes
» A magia do voluntariado entre nós

Cortejo
» Catequese apresenta os Reis dos nossos avós - Cortejo dos Reis à procura de renovação
» Concerto de Natal da Filarmónica Gafanhense

Cáritas
» Grupo Cáritas Paroquial em acção: Bens recebidos foram bem distribuidos

Ruas e Avenidas
» Rua 13 de Maio: Fátima torna as pessoas mais generosas e mais fraternas

Movimento
» Baptismos, Casamentos e Óbitos na Paróquia da Gafanha da Nazaré
» Faleceu o diácono Daniel Rodrigues

Diocese
» Seminário cria bolsas para formação dos futuros padres

Que Natal?
» P.e Francisco Melo


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores