Estamos no Facebook: clica em GOSTO e junta-te a nós

30/12/2011 Banho dos Tubarões na homenagem ao popular Atita

O primeiro dia do ano é dia de banhos. Na praia da Barra há “banho dos tubarões” agora sob o comando dos Amigos da Praia da Barra e da Câmara de Ílhavo na sucessão ao banho dos magníficos que era assumido há cerca de três décadas pelo popular Atita. Desta vez Atita é homenageado e assiste ao banho que Carlos Figueira quer ver participado por centenas de pessoas num programa habitual. Os participantes juntam-se a partir das 9h30 para jogos e exercícios e depois mergulham antes do cacau quente que será oferecido no final do primeiro banho.

Fonte: Terra Nova

29/12/2011 Gafanha prepara torneios de Carnaval

A secção de basquetebol do Grupo Desportivo da Gafanha já prepara a próxima reunião das equipas. Vai organizar a 7ª edição do tradicional Torneio Internacional "Cidade da Gafanha da Nazaré" de Sub14 Masculinos e Femininos, nos dias 17, 18 e 19 de Fevereiro de 2012, no Pavilhão Desportivo da Gafanha da Nazaré. Em simultâneo prepara a 3ª edição do Torneio Internacional de Carnaval de Sub16 Femininos, no dia 21 de Fevereiro, e no dia 20 haverá a 3ª edição do Torneio Internacional de Carnaval de Sub16 Masculinos.

Fonte: Terra Nova

28/12/2011 Vitalina Pinto (GD Gafanha) chamada ao estágio da selecção nacional Sub16 Feminina

Vitalina Pinto, atleta da equipa de Sub16 Femininos do Gafanha, foi chamada por parte do corpo técnico da Federação Portuguesa de Basquetebol para formar parte do estágio da Selecção Nacional Sub16 Feminina, que prepara o Campeonato da Europa Divisão B que se irá realizar no próximo verão. Chamada que surge depois da participação na 1ª semana de treinos de Natal da Selecção Distrital de Aveiro. Este estágio começou ontem e prolonga-se até sexta-feira, em Valongo, sob o comando técnico da Seleccionadora Ana Catarina Neves e o Treinador-Adjunto Agostinho Pinto.

Fonte: Terra Nova

De volta à doca...

Hoje o blog Roda do Leme faz dois anos de vida. Se o tempo fosse um barco, certamente seria uma lancha "voadora", tal é a rapidez com que passa por nós.
Parece que ainda agora tinha tirado umas fotografias para aqui por, e hoje um disco rígido de 160GB já não leva as fotografias todas dos navios.
Com quase 180 posts, 400 comentários e cerca de 38000 visitas depois, cá está o Roda do Leme, de perfeita saúde, e que aos poucos vai crescendo com a ajuda de todos.
Gostaria de agradecer a todos vós, leitores e amigos bloguistas, por continuarem a visitar este espaço de partilha de fotografias dos navios que visitam e habitam este porto, bem como a vida marítimo-portuária que aqui se vive.
Com a crescente onda de interesse nas redes sociais, criei também uma página no Facebook para o Roda do Leme, que pode ser acedida através do link: https://www.facebook.com/rodadoleme

Profissional de navios de cruzeiro considera que Porto de Aveiro poderia explorar setor

O prolongamento do molhe Norte vai permitir a entrada de navios até 200 metros de comprimento e para quem trabalha na área dos navios de cruzeiro pode posicionar o porto de Aveiro para acolher embarcações dedicadas a este tipo de turismo. Augusto Amarante, maquinista que trabalha nesta indústria, diz que pode estar aí uma aposta de futuro uma vez que nota crescimento no sector com procura em diferentes níveis de poder de compra.
“Pode porque há uma gama de navios de médio porte na ordem dos 170 metros. É possível entrar em porto e fazer os serviços necessários e penso que as pessoas sairiam satisfeitas de visitar esta zona”, adianta o responsável de máquinas em embarcações da empresa Pullmantur.
Augusto Amarante em entrevista ao programa “Conversas” falou, ainda, de leis laborais para dizer que no mercado dos cruzeiros se ganha quando se trabalha. Uma realidade parecida com a que o país atravessa com a revisão das leis laborais. “Hoje em dia, trabalha-se ganha-se e se não trabalha não ganha. Se a empresa não gosta, diz ao empregado não serves e acabou. Não há salvaguarda da nossa posição em si”, confessa Augusto Amarante que faz o paralelo com a transformação da lei laboral em Portugal.

28/12/2011 Sócios da Bússola Partilhada brindam ao novo ano com mergulho no Oudinot

A Associação Bússola Partilhada, dedicada à prática de petanca, vai entrar em 2012 com um banho no jardim Oudinot no domingo pela manhã. Basílio Nunes, o presidente da Associação, já disse que não se destina a concorrer com o banho na praia da Barra.
É uma iniciativa dirigida a sócios da Bússola Partilhada e que procura celebrar a entrada no novo ano de forma especial. “Vamos ver se conseguimos enraizar a ideia para não ser só no mar. Vamos tentar fazer corridas de sacos e jogos tradicionais”, explica o dirigente associativo que vai reunir os sócios a partir das 9h00.
Basílio Nunes era um dos participantes no banho dos magníficos, na praia da Barra, mas este ano muda de local. “Não consigo ir aos dois porque já vou ficar gelado neste”.
E quanto à realização simultânea, explica que não se trata de concorrência. “É para os sócios que queiram aderir. Não é para estar a tirar adeptos ao banho dos magníficos”.

Fonte: Terra Nova

GRANDE INVESTIMENTO NA SEGURANÇA DOS NOSSOS ATLETAS

Durante este mês de Dezembro de 2011, a Secção de Basquetebol do Grupo Desportivo da Gafanha fez um grande investimento na segurança dos nossos atletas, conseguindo levar em frente um projecto que desde 2005 ficara na gaveta por falta de recursos.
.
A obra projectada, e que só agora (com um importante investimento económico e com muito apoio de elementos da Direcção e outros pais colaboradores) foi finalmente realizada, é a cobertura de toda a parede frente às bancadas com protecções, de maneira a dar maior segurança aos nossos treinos da formação (que decorrem nos campos laterais do pavilhão). Assim, os mais de 40 metros de parede protegida (onde se incluem as protecções das colunas) garantem uma maior segurança ao trabalho dos nossos técnicos e uma maior tranquilidade para os pais e mães que assistem aos nossos treinos.
.
Sendo um grande espaço, e um local de grande visibilidade, agradecemos o vosso apoio na procura de empresas que pudessem estar interessadas em utilizar este espaço comercial, de maneira a contribuir na capitalização de novos espaços publicitários e na recuperação de parte do investimento realizado.
.
Para qualquer consulta relacionada com este assunto, podem contactar-nos através do nosso e-mail principal: gafanhabasquetebol@gmail.com.
Fonte: GDG Basquetebol

A Nossa Gente

D. João Evangelista e Mestre Mónica
Parece-me que respiro melhor, quando vou à Gafanha benzer os barcos de Mestre Mónica. Mas não é só o ar da ria que tem o dom de nos abrir os pul­mões. É não sei que fulgor de abundância, de riqueza nacional, de vitorioso progresso que por ali passa e nos bate em cheio no peito. É um milagre de beleza que Mestre Mónica sabe extrair de troncos rudes, de matéria informe. Quando passam os carros a gemer sob o peso morto daqueles pinheiros, quem imagina a elegância e a majestade, a doçura e a força, a maravilha e a arte que dali vão sair?Vai, Ilhavense; vai Santa Joana; vai, Santa Mafalda; vai, Avé-Maria, desce imponente a húmida calha, entra nas águas, encanta os mares, recolhe a presa, e depois, ao regresso, entra airosa na barra, ao som da orquestra, ao flutuar das bandeiras, à alegria das multidões!

Aveiro, 5 de Abril de 1957

JOÃO EVANGELISTA
Arcebispo-Bispo de Aveiro
Fonte: Galafanha

À laia de apontamento...o São Jorge

À laia de surpresa de Natal, tinha na caixa do correio, uma foto, oferecida por pessoa Amiga, apaixonada por navios, a quem o São Jorge muito diz.
Sabendo que, para mim, o navio em causa também tem um significado forte, por isso, ma enviou.
É sempre agradável receber a fotografia de um afilhado, de há longa data, que rasgou as águas da ria, a 10 de Março de 1956, construído na Gafanha da Nazaré pelo Mestre Manuel Maria Mónica, para Testa & Cunhas, Lda.
Trata-se de uma fotografia curiosa, meia perdida pelas bancas de um alfarrabista de Lisboa, do navio fundeado com os dois ferros de escacha (boa manobra para as amarras não se enrolarem uma na outra, com o virar da maré) em Lisboa, completamente carregado de sal, à chegada de Setúbal.
Esta fotografia deve ser de 1963, ou anterior, porque o navio só tem uma antena de radar "DECCA", do lado de bombordo, já que, em 1964, salvo o erro, foi-lhe instalado mais um radar italiano com a antena do lado de estibordo, marca "TERMA".
O São Jorge foi vendido à Empresa de Pesca Manuel das Neves, Lda., para a campanha de 1972.
Naufragou, de regresso dos Bancos, por incêndio e explosão, a 22 de Julho de 1974, tendo sido a tripulação salva pelo “gémeo” Novos Mares, comandado pelo Sr. Capitão António de Morais Pascoal.
Agradeço a gentileza, e, à laia de apontamento… publico o post.Ílhavo, 1 de Dezembro de 2009
Ana Maria Lopes

Fonte: Marintimidades

26/12/2011 Greve dos Estivadores do porto de Aveiro fixada nos 100%

  Cinco áreas concessionadas do Porto de Aveiro não têm estivadores ao serviço. A greve iniciada na madrugada de sábado começa hoje a fazer-se sentir com mais intensidade depois das festas de Natal. Segundo dados do Sindicato dos Trabalhadores do porto de Aveiro a adesão está fixada nos 100% num protesto contra a utilização de mão-de-obra estranha ao sector.

Eduardo Marques, do sindicato dos trabalhadores do porto de Aveiro, dizia no arranque da greve que o protesto acabaria no momento em que as empresas que operam em áreas concessionadas do porto de Aveiro cumpram a lei.

Protesto contra a insolvência da Empresa de Trabalho Portuário e a utilização de mão-de-obra estranha ao sector. Greve por tempo indeterminado.

Fonte: Terra Nova

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores