Estamos no Facebook: clica em GOSTO e junta-te a nós

16/01/2012 Administrador judicial acredita no futuro da Empresa de Trabalho Portuário (DA)

José Ribeiro Gonçalves, administrador da insolvência da Associação do Trabalho Portuário de Aveiro, afirma que acredita na viabilização da empresa. Em entrevista ao Diário de Aveiro afirmou sentir “sinais de envolvimento dos diversos protagonistas numa solução transitória de sustentabilidade económica e financeira da empresa, que, pelo menos, dê o tempo de preparar um plano de recuperação a ser analisado e votado pelos credores”.
Questionado sobre as condições para manter a empresa admitiu que, hoje, será discutido “um acordo sobre as remunerações dos trabalhadores que vigorará neste período transitório até à homologação pelo tribunal do plano de recuperação que vier a ser aprovado”.
Nesta fase seriam mantidos os postos de trabalho mas o valor das remunerações a pagar mensalmente será condicionado “ao limite dos valores que também mensalmente sejam faturados e recebidos pela cedência da mão-de-obra”.
Ainda segundo a entrevista, o acordo prevê a possibilidade de recuperação de remunerações passadas, mas posteriores à data da declaração de insolvência, caso a faturação de um mês seja superior à massa salarial desse mês. “Tudo isto sem prejuízo de se dar preferência ao pagamento mensal de todos os impostos e contribuições para a Segurança Social”.

Fonte: Terra Nova

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores