Estamos no Facebook: clica em GOSTO e junta-te a nós

Abertura da Barra de Aveiro

Em 1800, a Gafanha era já bastante povoada, na sua maioria por foreiros, e em 1808, a 3 de Abril, Luís Gomes de Carvalho abre então a Barra, no local estrategicamente definido por estudos exaustivos levados a cabo por si próprio, na sequência de outros iniciados pelo Engenheiro Oudinot, de nacionalidade francesa, entretanto destacado para a Madeira, onde o esperavam outras tarefas urgentes.

O Comandante Rocha e Cunha descreve o feito com alguma poesia de permeio, que bem simboliza a fama deste acontecimento vital para estas terras e suas gentes:

«Em 3 de Abril, domingo, verificou que o desnível era de dois metros do interior para o exterior. Às 7 horas da tarde, em segredo, acompanhado por Verney3, pelo marítimo Cláudio e poucas pessoas mais, arrancam a pequena barragem de estacas e fachina que defendia o resto da duna na cabeça do molhe, cortam a areia com pás e enxadas, e Luís Gomes de Carvalho, abrindo um pequeno sulco com o bico da bota no frágil obstáculo que separava a ria do mar, dá passagem à onda avassaladora da vasante para a conquista da libertação económica de Aveiro depois de uma opressão que durara sessenta anos.»
Fonte: Galafanha

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores