Estamos no Facebook: clica em GOSTO e junta-te a nós

02/06/2012 Festa Final do Minibasquete da Associação de Basquetebol na Gafanha da Nazaré

A Festa Final do Minibasquete da Associação de Basquetebol de Aveiro, organizada pelo GD Gafanha nas épocas 2006/2007, 2007/2008 e 2010/2011, regressa novamente a Gafanha da Nazaré. Este Sábado, entre as 10h00 e as 17h00, há convívio e jogos com a participação de mais de 750 atletas inscritos.
O Grupo Desportivo da Gafanha organiza por 6º ano consecutivo, já amanhã, das 9h00 às 21h00, o 6º Torneio Internacional 12 Horas de Minibasquete "Cidade da Gafanha da Nazaré", uma atividade que vai reunir novamente mais de 30 equipas de todos os escalões (Mini 8, Mini 10, Mini 12 Masculinos e Mini 12 Femininos).

Fonte: Terra Nova

02/06/2012 Escuteiros em acampamento dedicado aos temas ambientais

O acampamento municipal de escuteiros de Ílhavo reúne perto de 350 escuteiros de 6 agrupamentos na Gafanha da Encarnação. Está na 4ª edição e conta com elementos de grupos de Ílhavo, Gafanha do Carmo, Gafanha da Nazaré, Costa Nova, Barra e Gafanha da Encarnação para dois dias de atividades no Parque de Merendas da Gafanha da Encarnação.

Esta atividade, única no país, surge no contexto da semana + Eco, a semana do Ambiente. Nesta que é já a sua 4ª edição, terá como tema a redução de resíduos.

Fonte: Terra Nova

02/06/2012 Barra, Costa Nova, São Jacinto e Vagueira são praias com qualidade de ouro

Barra e Costa Nova (concelho de Ílhavo), São Jacinto (Aveiro) e Vagueira (Vagos) são praias com qualidade de ouro segundo classificação da Quercus.
A associação ambientalista assinala um aumento de praias com “qualidade de ouro”, numa comparação com o ano de 2011. São 290 praias quando no ano passado havia 286 praias com esse nível.
O galardão “qualidade de ouro” é atribuído a praias com histórico de boa qualidade da água durante as épocas balneares de 2007, 2008 e 2009 e as exigências sobem para a classificação “excelente” nas épocas balneares de 2010 e 2011.

Fonte: Terra Nova

01/06/2012 Prova de atletismo “une” mercados no dia mundial da criança

Uma prova de atletismo “une” mercados no dia mundial da criança e o Campeão do CASCI, Paulo Henriques é o “padrinho” da prova destinada a alunos do primeiro ciclo. Uma prova de atletismo, destinada a alunos do primeiro ciclo, a disputar em circuito urbano, entre os mercados Manuel Firmino e a Praça do Peixe, é uma das propostas do programa “Portugal em Aveiro”, de animação do mercado Manuel Firmino, para esta sexta-feira, 1 de junho, Dia Mundial da Criança.
A prova, que terá como padrinho o jovem atleta Paulo Miguel Henriques, do CASCI (Ílhavo), campeão mundial de atletismo para atletas com síndroma de Down, e contará, ainda, com a participação de João Augusto Gregório, outro atleta com o mesmo síndroma, igualmente medalhado, tem início no mercado Manuel Firmino às 10h00 e chegada ao mercado da Praça do Peixe para as 10h45, seguindo-se a entrega de prémios meia-hora mais tarde.
Esta primeira edição da prova “UM PALMO” das crianças do primeiro ciclo da do agrupamento de escolas de Aveiro, é mais uma iniciativa da responsabilidade da Associação de Amigos e Amiguinhos de Aveiro (AAAA) que tem vindo a desenvolver todo um programa de animação do mercado Manuel Firmino, em estreita colaboração com o palhaço Faísca, e conta com apoios da Câmara Municipal de Aveiro, PSP e Bombeiros Novos.

Fonte: Terra Nova

01/06/2012 Sozinho na escola enquanto colegas foram ao cinema

No dia da criança, um caso insólito. Uma criança na escola básica 1 da Cambeia, na Gafanha da Nazaré, ficou sozinha na escola depois de alunos, professores e auxiliares terem saído para uma ida ao cinema na comemoração do dia. Pais que passavam na escola aperceberam-se da situação e deram o alerta à associação de pais e ao agrupamento de escolas enquanto mantiveram contacto com o aluno que depois foi transportado até Aveiro para a sessão de cinema.
“Viemos falar com a criança. Foi toda a gente para o centro comercial ver um filme e deixaram a criança sozinha. É um absurdo”, confessam algumas pessoas à porta da escola enquanto desenvolviam contactos para alertar a associação de pais.
“A criança é clara ao dizer que estava com um colega e que o colega disse um palavrão qualquer. A professora ouviu e culpou a criança. Mesmo assim não é razão para fazerem uma coisa destas a uma criança ainda por cima no Dia Mundial da Criança. Não se faz. Vamos ficar até que chegue o presidente da associação de pais”.
De entre os planos previstos para o dia, boa parte das escolas levaram alunos para o Museu Marítimo de Ílhavo mas, no caso da EB1 da Cambeia, o destino era outro com ida ao cinema. Segundo fonte da autarquia não haveria compromisso com esta escola mas o alerta recebido foi depois reencaminhado para o Agrupamento.

Fonte: Terra Nova

31/05/2012 Ferry só regressa em meados de Junho. Autarquia espera visto do TC para comprar segunda embarcação

A vistoria final do ferry que faz a ligação a São Jacinto só deverá estar concluída em meados do mês junho e o concurso para um novo ferry depende do visto do Tribunal de Contas. A Câmara de Aveiro explica que essa será a única forma de assegurar o transporte ao longo do ano mesmo quando uma das embarcações tiver que ir para doca seca.
A autarquia esclarece que a paragem do ferry “Cale de Aveiro” fica a dever-se à manutenção regular. Adianta tratar-se de trabalhos de recuperação e manutenção a decorrer no Estaleiro Navalria numa operação periódica e obrigatória por questões de segurança. Diz que já foram “efetuadas duas vistorias (de casco e motor) em seco, estando a ser cumpridos os prazos estipulados para a reparação”.
Entretanto decorrem tratamentos anticorrosivos necessários para a mesma vistoria. A paragem mais alargada está relacionada com a tipologia da vistoria que de dois em dois anos tem que ser feita a seco “sendo necessária uma reparação mais profunda, quer dos órgãos mecânicos quer da estrutura da embarcação, o que faz aumentar o tempo das mesmas”.
Os passageiros continuam a dispor de ligação fluvial mas as viaturas estão impedidas de fazer a passagem “uma vez que não existe alternativa para este tipo de transporte” e a pausa fica a dever-se “à necessidade de renovação do Certificado de Navegabilidade do Ferryboat por parte do IPTM”.
As travessias são asseguradas pelas lanchas “Santa Joana Princesa” e “Transria”.

Fonte: Terra Nova

31/05/2012 Mais de 350 escuteiros dos agrupamentos do concelho em acampamento na Gafanha da Encarnação

Tudo preparado para mais um acampamento municipal de escuteiros em Ílhavo. Arranca no sábado a 4ª edição. Participam mais de 350 escuteiros dos 6 agrupamentos do concelho (Ílhavo, Gafanha do Carmo, Gafanha da Nazaré, Costa Nova, Barra e Gafanha da Encarnação). O Acampamento Municipal é incentivado e financiado pela autarquia e organizado, em conjunto, pelos dirigentes dos agrupamentos do município.
Depois de já ter passado pela Vista Alegre nas duas primeiras edições e pela Srª dos Campos em 2011, este ano o local escolhido foi o Parque de Merendas da Gafanha da Encarnação.
Esta atividade surge no contexto da semana + Eco, a semana do Ambiente. Nesta que é já a sua 4ª edição, terá como tema a redução de resíduos.
António Lau, dos Escuteiros Marítimos da Costa Nova será, uma vez mais, o chefe de campo. “Foi a Câmara que desafiou os Agrupamentos de escuteiros para organizar um acampamento deste tipo. Esse acampamento estaria integrado na Semana + Eco, a semana do Ambiente, e seria uma forma de reforçar as parcerias entre a Câmara e os Agrupamentos de Escuteiros. Foi-se realizando consecutivamente estes anos e chegamos agora ao quarto. Tem tido grande sucesso, por isso não prevemos parar e, pelas conversas que temos tido com a Câmara, está já agendada a data para o 5º Acampamento Municipal”.
Segundo o dirigente, em 2013, o acampamento acontecerá nos dias 8 e 9 de junho e deverá ser subordinado ao tema do Ano Internacional dos Oceanos.
“Este tipo de organização permitiu aos Agrupamentos do Concelho de Ílhavo e também do Arciprestado, estreitar laços e cultivar a forma de trabalhar em conjunto. Tem sido bastante enriquecedor para todos. Todos têm alguma coisa a ensinar e todos têm alguma coisa a aprender, quer ao nível dos chefes de Agrupamento, quer ao nível dos chefes de unidade e das equipas de animação, tem sido bastante enriquecedor. Por outro lado, para os escuteiros, tem sido também bastante importante uma vez que reforçam os laços que entre si e vão encontrar no Acampamento pessoas com quem lidam quase todos os dias nas diversas escolas”.

Fonte: Terra Nova

31/05/2012 Dragagens no cais de pescadores assinalam arranque de obra na Costa Nova

Já começaram as dragagens no cais de pescadores da Costa Nova no arranque do projeto de “Implementação do Plano de Gestão do Cais dos Pescadores da Costa Nova”. Trata-se de um projeto global de 300 mil euros com uma vertente física de investimento e uma vertente imaterial.
No que respeita à intervenção física, o Projeto prevê a execução de uma dragagem de limpeza, de forma a possibilitar a utilização do Cais da Costa Nova, a melhoria das condições dos armazéns de aprestos, a construção de uma rampa de manobras, bem como a instalação de portões de acesso ao cais, contribuindo para um aumento da segurança.
No projeto financiado destaque, ainda, para a integração dos pescadores na gestão do Cais, através da criação de uma Comissão de Gestão, o incentivo à diversificação da atividade e a criação de projetos de divulgação junto das Escolas do 1.º Ciclo.
A autarquia de Ílhavo confirma o arranque das obras no dia em que assinala, simbolicamente, o Dia do Pescador. Realça a importância destes agentes da economia local “no crescimento e desenvolvimento do Município que tem o slogan “O Mar por Tradição” e que tem “símbolos” dessa cultura no Museu Marítimo de Ílhavo, no Porto de Pesca Longínqua, no Porto de Pesca Costeira e nas duas Comunidades Piscatórias existentes, na Gafanha da Encarnação e na Praia da Costa Nova.
Na lista de projetos de valorização da comunidade piscatória, a autarquia realça o concurso do “Parque Desportivo do Bairro dos Pescadores da Costa Nova”. Representa um investimento de 310 mil euros cofinanciados pelo Programa Operacional da Pesca 2007/2013.

Fonte: Terra Nova

31/05/2012 Dinis Gandarinho diz que união entre secções é um dos grandes desafios do Gafanha

Dinis Gandarinho admite que o regresso à liderança do Gafanha é um desafio de grande dimensão. Explica que a grandeza do clube e o equilíbrio financeiro são desafios relevantes. Do passado, regista como lição a importância de agrupar as secções num núcleo unido. Caso se confirme a candidatura, espera manter o rumo dos últimos meses em que as diferentes secções passaram a encarar o clube como um todo. “A grande pena que transita do passado e que será um fantasma era a falta de união das secções do Gafanha. Isso nos últimos dois anos já não se notou. Especialmente no último ano houve mais diálogo. Essa lacuna do passado é ultrapassável e o Gafanha tem que ser um clube unido com a componente eclética para ser ainda mais forte”.

Fonte: Terra Nova

31/05/2012 Três crianças atacadas por cão na Gafanha da Nazaré ficam feridas. Uma permanece internada no Hospital de Aveiro

Três crianças ficaram feridas, uma dos quais com lesões consideradas "de alguma gravidade", ao serem atacadas, na via pública por um cão, na Gafanha da Nazaré.
Vizinhos não souberam identificar em concreto a raça, dividindo-se entre Pit Bull ou Rottweiler. Os Bombeiros de Ílhavo foram alertados pelas 19h52, mas quando chegaram ao local, a criança em estado mais grave (menina de quatro anos), com ferimentos na face e membros, já estava a caminho do Hospital de Aveiro, levada por familiar (supostamente o pai) em viatura própria. Seguiram de ambulância duas outras crianças, também familiares (13 meses e nove anos), com ferimentos ligeiros. Fonte do Hospital de Aveiro informou que apenas a menina de quatro anos iria permanecer internada para tratamento e observações.

Fonte: Terra Nova

29/05/2010 Dinis Gandarinho assume contactos para candidatura à liderança do Gafanha

Dinis Gandarinho está perto de confirmar o regresso à liderança do Gafanha. O antigo presidente aceitou o desafio para tentar formar uma lista e deverá fechar esse desafio até final da semana. Considera-se um catedrático pela experiência acumulada.
“Sou um catedrático repetente. Ando nestas lides há muitos anos. Agora fiz três anos nas finanças com Clemente Casqueira. Fizemos um trabalho de recuperação e sentindo o peso da responsabilidade de um clube eclético seria muito mau o clube ficar em situação de impasse. Prometi que iria fazer contactos no sentido de convidar pessoas que se interessem por esta causa para dar continuidade ao trabalho”.
Dinis Gandarinho preparado para voltar à liderança do Gafanha, admite que as novidades poderão surgir até final da semana. “Caso os sócios digam sim e apresentem disponibilidade para me acompanhar avançarei como comandante que já habituei as pessoas a um trabalho de muitos anos”. O principal desafio passa pela união das secções. Dinis Gandarinho admite que é um dos ensinamentos do passado. “A grande pena que transita do passado e que será um fantasma era a falta de união das secções. Nestes últimos dois anos já não se notou. Houve mais diálogo e união e já se notou que essa lacuna facilmente se ultrapassa. É um clube eclético mas um clube no seu todo”.

Fonte: Terra Nova

28/05/2012 Lemes do ano distinguem Hugo Ventura, Senos da Fonseca, Associação da Gafanha do Carmo e Grupo de jovens “A Torre”.

Hugo Ventura, Campeão do mundo de sub-23 em Triatlo Cross, com o Leme de Desporto; Senos da Fonseca com o Leme de Mérito Cultural pela divulgação da obra: “Embarcações que tiveram berço na laguna”; a Associação de Solidariedade Social da Gafanha do Carmo com o Leme de Mérito Cultural e o Grupo de jovens “A Torre” com o Leme de Honra são os distinguidos pela associação cultural e desportiva “Os Ílhavos”.
A sessão de entrega dos prémios está marcada para o dia 7 de junho num dia festivo pelos 35 anos da associação. Nesse dia haverá assinatura do livro de honra com campeões nacionais e regionais, a entrega de medalhas aos sócios com 25 anos de filiação e o descerramento da 1ª placa de fundação de “Os Ílhavos”.

Fonte: Terra Nova

27/05/2012 Gafanha vence Mealhada e termina época em 6.º lugar

O Gafanha despediu-se do campeonato da I divisão distrital de futebol com uma vitória no campo do Mealhada, por 2-0, e terminou a época no 6º lugar. O Estarreja que já tinha celebrado o título e a subida, venceu o Cucujães por 2-0 na despedida. O União de Lamas fechou a temporada como 2º, com dois pontos de vantagem sobre o Lourosa. A equipa de Lamas sonha também com a subida atendendo às desistências que podem surgir na III divisão nacional. Macinhatense, Rio Meão e Águas Boas ficaram nas três últimas posições.

Fonte: Terra Nova

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores